Vale da Parra Branco

De cor amarelo com notas esverdeadas, no aroma é frutado e exuberante. Na boca é equilibrado com fim de prova fresco e muita fruta.

Malaca Castelão

Cor rubi e com notas de fruta vermelha madura. Na prova sentese estrutura macia e aveludada tendo um final rico em fruta e persistente.

Malaca Negra-Mole

De cor encarnada e leve, no aroma notas de fruta vermelha, na boca elegante e com textura.

Malaca Moscatel Graúdo

Cor cereja preta muito concentrado, no aroma predominam bagas pretas com notas de frutos secos tostados.

Taninos bem maduros e muita persistência no final da prova.

Malaca Reserva Sauvignon Blanc

A casta Sauvignon Blanc tem a sua origem em França, no entanto já apresenta uma grande expressão em todo o território português. Normalmente utilizada em vinhos que vão estagiar em madeira e a acompanhar a casta arinto.

Esta casta caracteriza-se por conferir aos vinhos notas mais herbáceas e frutadas como é o caso do pêssego, limão e de frutos tropicais como o maracujá, e esta reserva é tudo isso. Um vinho com uma complexidade aromática exuberante, com notas de frutas tropicais e de frutos secos, resultante do seu estágio em barrica. É um vinho volumoso e fresco com boa acidez. O final de boca é elegante e persiste.

Sendo um vinho mais vegetal, requer pratos com verduras, combinados com molhos avinagrados ou verdes, como o pesto. Experimente este vinho com um risoto de espargos ou vegetais grelhados. O equilíbrio vai ser a palavra de ordem no seu palato.

Malaca Reserva Aragonês

Uma das castas mais conhecidas da Península Ibérica, tem a sua origem no norte de Espanha e também é conhecida por Tinta Roriz no Douro. Oferece os vinhos características como elegância e robustez, fruta e um registo profundo e vivo.

Esta Reserva algarvia não é exceção, um vinho de cor profunda, com um aroma frutado e maduro, equilibrado com a madeira. Na boca apresenta bons taninos e termina num final longo, charmoso e com garra.

Um vinho bastante gastronómico que faz frente e enaltece qualquer prato de carnes vermelhas estufadas ou assadas.

Vale da Parra Tinto

O típico vinho algarvio, elaborado com castas comuns da região – Negra Mole, Castelão e Aragonês.

Apresenta uma cor rubi bem carregada no copo. Aroma com muito fruto maduro, ameixa, alguma profundidade Prova de boca em linha, com sabor e garra, largo e com estrutura, taninos maduros, e acidez equilibrada. Um vinho simples e directo, descomprometido.

Este vinho harmoniza bem com um bife de vaca bem temperado com especiarias e de sabor intenso. Juntando uns cogumelos e espargos grelhados, temos a combinação ideal para uma refeição divinal.

Malaca Castelão

Uma casta tradicional portuguesa, de Palmela, originalmente chamada de Piriquita. Desenvolve-se melhor em climas quentes e solos secos e arenosos. Dá origem a vinhos estruturados, frutados, com notas de groselha e ameixa em calda. Proporciona vinhos de taninos proeminentes e acidez intensa. Os melhores exemplares desta casta prometem uma excelente capacidade de envelhecimento.

O Quinta da Malaca Castelão apresenta uma cor rubi de intensidade média. No nariz conseguimos apreciar notas de geleira de groselha preta e vermelha, alguma framboesa e um toque balsâmico. É um vinho bastante apelativo, potente e estruturado na boca. A sua boa acidez e vertente aromática equilibram o seu teor alcoólico. Este estilo de vinhos é excelente para acompanhar alimentos temperados com ervas aromáticas, como o alecrim ou o tomilho. Pratos de carne ou de peixe assados no forno vão ao encontro deste perfil de vinhos.

Malaca Rosé

Um dueto de duas castas portuguesas, uma delas tipicamente algarvia – Negra Mole. Uma casta única no mundo, onde uma única cepa pode ter uvas de diferentes tonalidades – brancas ou tintas e todas a cores no meio.

Com a cor feita na vinha e sem intervenção humana, este vinho apresenta uma tonalidade rosa intensa e um perfil bastante aromático. O morango e a framboesa estão em destaque, tanto no aroma como na boca. Juntamente com a fruta saborosa, temos um vinho com alguns taninos e bastante frescura.

Acompanhe este vinho com todos os tipos de salada, em especial as com frutas exuberantes ou figos grelhados. Qualquer outro prato de marisco ou de peixe irá fazer furor quando harmonizado com este vinho.