Falgaroso Rosé

Um vinho rosé do Douro que resultou da associação da tradição e dos conhecimentos da geração mais antiga à modernidade e entusiasmo da geração mais jovem deste projeto familiar. 

Um vinho autêntico que expressa as características do terroir e que reflete a personalidade de cada uma das castas, tradicionais portuguesas que estão na origem do mesmo. É um vinho que guardamos na memória pelos seus aromas varietais, a sua tensão final deixa uma longa despedida e a certeza de que iremos querer mais.

Um rosé bastante gastronómico e sério mas, ao mesmo tempo, elegante e fresco. Ideal para um almoço ou jantar descontraído e simples ou como aperitivo de entrada para um jantar especial.

Falgaroso Tinto

Já ninguém tem dúvidas da sensualidade do Douro no mundo dos vinhos: pela paisagem, pelo clima, pelas histórias dos produtores, pelas quintas ancestrais apoiadas em socalcos, pelos vinhos que dali resultam.

O Falgaroso Tinto é um DOC duriense muito genuíno. As castas são as típicas castas do Douro – Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão – o aroma é intenso, cheio de frutos vermelhos maduros, ginja e ameixa, e na boca é denso e persistente, mas bastante suave. Para além disso, é um vinho tão versátil que vai querer bebê-lo a acompanhar pratos de peixe ou carne: tanto está à altura de um polvo à lagareiro, como enaltece uma perna de peru assada no forno.

Falgaroso Branco

Um vinho branco do Douro simples e despretensioso. A conjugação das castas escolhidas para este vinho define o seu equilíbrio:

A Malvasia Fina atribui-lhe elegância e frescura, a Rabigato marca a acidez e as notas citrinas, e a Viosinho dá-lhe alguma estrutura e intensidade (e uma nota aromática ligeira de marmelo). Para usufruir de uma boa experiência gastronómica, experimente este vinho com saladas onde a fruta está presente, a junção dos aromas do Falgaroso branco com os aromas da fruta resultará numa combinação divinal. Se estiver corajoso junte um fio de mel e um punhado de frutos secos para um efeito ainda mais arrebatador.

Qta Penedo do Salto Reserva

QUINTA PENEDO DO SALTO RESERVA TINTO

Um Reserva do Douro quase dispensa apresentações: é sempre, por excelência, um vinho de destaque em qualquer prova, pela sua elegância, maturidade, equilíbrio e estrutura.

O Quinta Penedo do Salto Reserva Tinto, composto por Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinto Cão, fez estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês e americano, o que lhe permite uma mistura apetecível de notas de frutos vermelhos maduros, como ameixas pretas, e baunilha.

Para beber com qualquer refeição mais condimentada. Se for arrojado, experimente com uma cozinha mais picante, como um prato indiano. Se prefere o que é nacional, adira aos pratos típicos do Douro, como um cabrito assado no forno, perdiz estufada, javali ou até um bacalhau. Seja qual for a escolha, não vai falhar a harmonização com este reserva.

Ariso Grande Reserva

Feito de uvas selecionadas que têm origem em videira com mais de 40 anos, o Ariso Grande Reserva consegue mostrar num só copo a grandeza, maturidade e tradição de uma das regiões que dispensa apresentações – o Douro.

A beleza das vinhas velhas que estão na origem deste vinho é o desconhecido. Dezenas de castas misturadas numa só vinha. O resultado não poderia ser a melhor de a natureza nos dizer que sabe o que faz. Um vinho de cor intensa, quase negra, de aroma complexo, com frutos vermelhos e negros, muita especiaria e esteva. Delicado, de taninos aveludados, com fruta a surgir muito pura e expressiva. Um vinho que promete crescer na garrafa. Ideal para pratos de carne vermelha, como bife de vaca ou carne assada com condimentos fortes, associando-se assim a alguns pratos da cozinha tradicional portuguesa, designadamente o cabrito assado ou a posta de vitela.

Quinta Penedo do Salto

Quinta Penedo do Salto

Producteur de vin depuis quatre générations

La famille Sobral produit du vin depuis quatre générations, les premiers vins de cette ferme remontant à 1830.

La situation géographique des vignobles, sur la rive gauche du fleuve Douro, vinifiés selon des techniques ancestrales et des connaissances accumulées au fil du temps par la famille, font de ces vins un ex-libris de la Région Délimitée du Douro.