MALANDRA RESERVA 2016

Esse alentejano é uma combinação e tanto de castas. Temos Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet e Syrah. Não podia dar outra coisa senão um vinho muito denso na taça, com um brilho cereja marcante. Os aromas apresentam boa complexidade que vão se revelando aos poucos. Temos o frescor da Touriga, a pimenta preta da Syrah e uma mistura interessante de frutas vermelhas e compota. Na boca um vinho um pouco pesado e encorpado. Taninos presentes sem incomodar, com certeza por conta da juventude do vinho. Pede comida e acompanhou muito bem nosso entrecôte.

MALANDRA RESERVA 2016

Ao abrir a garrafa – 76

Na taça – 76

A prova – 78

Meia hora depois – 78

 

fonte: Vinhaovinho.com