7 Vinhos da PMC Wine & Food distinguidos no Concurso Mundial de Bruxelas 2019

A PMC Wine & Food anuncia a distinção de 7 dos seus vinhos no Concurso Mundial de Bruxelas de 2019, concurso criado com o objetivo de ajudar os consumidores nas suas decisões de compra e que concede diferentes classificações aos produtos, incluindo três tipos de medalhas: Grande Ouro, Ouro e Prata.

Dos 7 vinhos distinguidos, dois conquistaram a medalha de ouro: o tinto-douro Quinta Vale do Bragão Reserva 2014 e o tinto-douro Ariso Grande Reserva 2015 foram os preferidos de entre o portefólio da empresa. Foram seguidos pelo tinto-alentejo Jaburu 2017 com 84.6 pontos, o branco-regional Malandra Reserva 2016 com 82.9 pontos e o tinto-regional Malandra Reserva 2016 com 80 pontos, três marcas próprias da empresa. O tinto-douro Falgaroso obteve uma pontuação de 82.1 e o tinto-douro Quinta Penedo do Salto Reserva 2015 conquistou 81.5 pontos.

Melhor sommelier do mundo atribui 91 pontos ao Quinta Vale do Bragão Reserva 2014 em prova cega

A TASTED 100% Blind atribuiu uma pontuação de 91/100 ao vinho Quinta Vale do Bragão Reserva 2014, da região do Douro. A degustação, realizada por Andreas Larsson, o melhor sommelier do mundo, foi realizada às cegas em condições ótimas e perfeitamente idênticas a todas as outras provas realizadas pelo mesmo, de forma a garantir que os resultados da degustação são perfeitamente objetivos e confiáveis.

O vinho foi descrito como tendo uma “cor púrpura escura como tinta com um aro mais claro”. O seu aroma foi caracterizado como “intenso e maduro, mais parecido com um porto com frutas pretas puras, especiarias doces, um toque de carvalho e alcaçuz”, o seu paladar “muito denso com sabores intensos e uma persistência muito longa”, oferecendo um toque de “fruta preta, creme de cassis e kirsch com carvalho discreto e picante”.

Segundo a crítica, este é certamente um grande vinho que deve “melhor por muito tempo, encontrando-se ainda um pouco contido e a precisar de mais alguns anos na adega”.