Herdade dos Lagos

A Herdade dos Lagos, no Alentejo, pertence à família Zeppenfeld há mais de trinta e cinco anos. Ao longo do tempo, a propriedade foi alvo de muitas alterações. Quando o armador de Bremen Horst Zeppenfeld, na altura capitão, se rendeu a Portugal, tinha já um sonho: cultivar vinhas e olivais. Atualmente a herdade possui uma área de 1000 hectares com cinco barragens e prioriza o cultivo da vinha, da oliveira e da alfarroba.

Hoje damos-lhe a conhecer melhor esta herdade, pelas palavras de Helena Ferreira Manuel, Gestora da propriedade.

  1. Como descreve a evolução do negócio desde a sua criação até à atualidade? Que momentos destaca até agora?

A Herdade dos Lagos tem tentado crescer ao longo dos tempos de forma sustentável, tendo em linha de conta não só o crescimento económico, mas também a preservação ambiental. Foi nesse sentido que, desde há mais de 35 anos, se florestam na Herdade zonas áridas e semidesérticas e que se retém dentro da exploração a maior quantidade de água possível nas 5 barragens existentes. Toda a exploração foi pensada e vai sendo redesenhada por forma a existir um mínimo desperdício e a máxima conservação e desenvolvimento de biodiversidade. Esta mudança de mentalidade/paradigma assumiu uma maior relevância em 2009 quando toda a herdade passou a ser biológica. Este processo não parou por aqui e atualmente continuamos a trabalhar arduamente para sermos cada vez mais sustentáveis, quer seja recorrendo a uma multiplicidade cultural e sinergia de culturas, quer seja através de técnicas ancestrais de poupança de água ou mesmo recorrendo ao mundo microbiológico para proteção de culturas. Este é atualmente um marco no que fazemos, sempre com o objetivo futuro de utilização de zero químicos e zero resíduos.

  1. Quais as maiores dificuldades que encontra na comercialização de vinhos biológicos e porquê?

Não só os vinhos biológicos, mas também todas as fileiras se encontram ainda ligados ao estigma das fraudes e do produto sem qualidade. No que nos diz respeito, acreditamos que o consumidor está cada vez mais informado e como tal vê num selo de certificação a segurança alimentar. É visível a crescente preocupação ambiental do consumidor fazendo com que a procura destes mercados cresça. Se no passado o mercado interno via o biológico como um “bicho papão”, hoje começa a acreditar e isso é visível internamente com a crescente procura dos nossos produtos. O mercado internacional para o qual desde sempre nos vocacionámos sempre procurou este produto e aqui nunca visionámos a dificuldade do mercado nacional, apenas sentimos o que se sente no mercado dos vinhos, e que ainda se sente: a extrema competitividade e procura de preços baixos, que não é nem nunca será o nosso mercado. Vendemos com qualidade a um preço justo.

  1. Tem alguma novidade prevista para breve? Qual?

A Herdade dos Lagos irá lançar brevemente um trio limitado e numerado:

 

HDL Granito – Uma Touriga Mineral

HDL Amphora – Um vinho feito com tradição e coração.

HDL Blanc de noir – O nosso ícone, reeditado numa edição especial. Face à procura contante dos nossos clientes resolvemos relançar este vinho, desde 2015 que não existia no mercado.

 

Pode descobrir mais sobre os vinhos da Herdade dos Lagos aqui